Em resolução, executiva do PT decide apoiar partidos que não endossaram impeachment de Dilma


Em 15/04/2018

 



O Partido dos Trabalhadores (PT) na Paraíba decidiu, em reunião da Executiva neste sábado (14), que abrirá a possibilidade de apoio apenas a políticos e partidos que tenham se posicionado de forma contrária ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Membros de partidos que fazem parte da base aliada do presidente Michel Temer (MDB) não receberão apoio da legenda de Lula na Paraíba.

 

Na resolução os membros da Executiva da legenda ainda reclamam da escolha de Veneziano Vital do Rêgo (PSB) como candidato ao Senado. De acordo com o documento, a escolha "não foi discutida com as bases que dão sustentação ao governo de Ricardo Coutinho na Paraíba.

 

“O nome apresentado para uma das vagas de senador em disputa não foi construído com o conjunto do base aliada. Assim, qualquer construção dessa chapa que não seja executada de forma dialogada, não tem nosso endosso”, diz a executiva.

 

De acordo com o PT, haverá participação da sigla na chapa majoritária “com um nome que represente claramente a luta pela resistência democrática e defesa dos direitos dos trabalhadores”.

 

O partido também decidiu que precisa formular alternativas e estratégias para manutenção do espaços na Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados.

 

FONTE: DA REDAÇÃO


Portal Primeiro Minuto
©2016 - Todos os direitos reservados