Botafogo-PB joga mal, perde para o Bahia, mas se classifica na Copa do Nordeste graças ao Altos-PI


Em 30/03/2018

 



Graças ao Altos-PI, o Botafogo-PB se classificou na Copa do Nordeste pela primeira vez desde 1999. O Belo perdeu para o Bahia por 2 a 0, em uma exibição muito ruim, a pior no ano, mas o empate do time piauiense contra o Náutico garantiu nas quartas de final do torneio regional.

 

É a primeira vez que o time pessoense avança na competição desde 1999.

 

O treinador Leston Júnior optou por um time bastante modificado para segurar um empate, que garantia a classificação. Com Djavan ao lado de Rafael Jataí no meio campo para reforçar a marcação, e o volante Allan Dias no comando de ataque na vaga de Nando, que estava lesionado, o time não rendeu nada e pouco fez durante todo jogo.

 

Em um lance de bola parada o Botafogo-PB chegou com perigo pela primeira e última vez. Aos 11, Marcos Aurélio cobrou falta da meia direita, o zagueiro baiano Douglas Grolli desviou de cabeça e quase mandou contra a própria meta. A bola passou raspando a trave esquerda do goleiro Douglas.

 

Mas quem teve a oportunidade de abrir o placar foi o Bahia. Após jogada em velocidade de Nino Paraíba pela direita, a bola foi cruzada, aos 26 minutos, e Rafael Jataí deslocou Vinicius dentro da área. Pênalti. Na cobrança, Edigar Junio bateu no meio do gol e colocou o tricolor na frente do placar.

Cinco minutos mais tarde, quase o Super Homem marca mais um. Após cobrança de falta na área, Vinicius desviou de cabeça e Douglas Grolli, na pequena área, quase consegue completar para a meta, mas a bola foi para fora.

 

E não demorou muito para sair o segundo gol baiano. Nino Paraíba mais uma vez avançou pela direita e cruzou. A bola passou por toda a zaga, por Edigar Junio, mas não por Marco Antônio, que encheu o pé esquerdo para estufar a rede de Saulo aos 40 minutos.

 

Segundo tempo

 

Depois do intervalo, o técnico Leston Júnior optou por não mudar um time que não se encontrou em campo na primeira etapa, mas já aos seis minutos tirou Hiroshi e Allan Dias para colocar Carlos Renato e Marllon.

 

Mas as alterações não deram certo, e o time seguia muito vulnerável defensivamente e sem oferecer nenhum perigo na frente.

 

A única oportunidade bem criada no segundo tempo foi aos 26 minutos, quando o Bahia perdeu uma chance inacreditável de marcar o terceiro. Gladstone teve um apagão e entregou a bola para o ataque adversário. Allione invadiu a área e tocou na saída de Saulo, a bola foi lentamente e Edigar Junio, sozinho, deu um carrinho, mas mandou a bola pela esquerda do gol.

 

Ao fim do jogo, a torcida entoou gritos de “time pipoqueiro”, “time sem vergonha”, além de vaias direcionadas ao lateral direito Felipe Cordeiro. Foram dois minutos de apreensão até o fim do jogo no estádio Albertão, em Teresina, que definiria a vida botafoguense no regional.

 

Contando com o empate do Altos-PI diante do Náutico por 2 a 2, a derrota por 2 a 0 manteve o Belo com 10 pontos, na segunda colocação do Grupo C. O Bahia, com 12, ficou na liderança. Na segunda-feira (02), haverá o sorteio das quartas de final da Copa do Nordeste.

 

Ficha técnica

 

Botafogo-PB 0 x 2 Bahia
Copa do Nordeste (Grupo C – 6ª rodada)
Estádio: Almeidão (João Pessoa)

 

Arbitragem: Mayron Frederico dos Reis; Antônio Fernando de Sousa Santos e Antônio Adriano de Oliveira

Gols: Edigar Junio, Marco Antônio (Bahia)


Cartões amarelos: Rafael Jataí, Daniel (Bota-PB); Nino Paraíba, Léo (Bahia)

 

Botafogo-PB: Saulo, Felipe Cordeiro, Gladstone, Lula, Daniel; Djavan, Rafael Jataí, Hiroshi (Carlos Renato), Marcos Aurélio; Allan Dias (Marllon) e Dico (Rafael Castro). Técnico: Leston Júnior.

 

Bahia: Douglas, Nino Paraíba, Tiago, Douglas Grolli, Léo; Gregore, Elton, Vinicius (Régis), Marco Antônio (Allione), Zé Rafael; Edigar Junio (Júnior Brumado). Técnico: Guto Ferreira.

 

FONTE: VOZ DA TORCIDA

FOTO: YAN CAVALCANTI/VOZ DA TORCIDA


Portal Primeiro Minuto
©2016 - Todos os direitos reservados